NAURO-POETA-MACHADO

NAURO-POETA-MACHADODilercy Adler Como o machado o poeta fere a pena que no papel sangra a grande dor do mundo  grande  e imortal também se faz o homem  o homem Nauro  Machadamente pleno!  e o poema o reverencia e a ermo vaga pela madrugada  sem se importar com a escuridão que o rodeia  pois, sabe que …

NAURO-POETA-MACHADO Leia mais »